Você está em: Início > Notícias

Notícias

11/09/2007 - 08:55

Justiça do Trabalho

TRT-MG: Cheques sem fundos recebidos de clientes não podem ser descontados do salário

Descontar do salário do empregado valores relativos a cheques sem fundos emitidos pelos clientes é procedimento ilícito, pois significa transferir ao empregado os riscos do negócio, além de constituir violação ao disposto no artigo 462 da CLT. É esse o posicionamento da 7ª Turma do TRT de Minas Gerais, que considerou ilícitos os descontos realizados no salário de um reclamante, acatando fundamento do relator, juiz convocado Antônio Gomes de Vasconcelos, de que, uma vez adotadas as cautelas devidas, o empregado não é responsável pela solvência dos cheques recebidos de clientes do empregador.


A Turma manteve a sentença de 1º Grau, que já havia deferido o pedido de restituição de descontos relativos aos valores dos cheques sem provisão de fundos, que o empregado recebeu de clientes da reclamada durante todo o contrato, totalizando o montante de R$ 3.353,00.


O reclamante anexou cópia de cheque devolvido, emitido em favor da reclamada, que estava em seu poder, o que foi considerado pela Turma como prova clara da cobrança indevida. Para o relator, não é crível que a empregadora permitisse que o autor mantivesse em seu poder um cheque que pertencia à empresa, durante tanto tempo, caso não o tivesse responsabilizado pela inadimplência do cliente. (RO nº 00180-2007-135-03-00-0)


FONTE: TRT-MG



Já viu os novos livros COAD?
Holding, Normas Contábeis, Perícia Contábil, Demonstrações Contábeis,
Fechamento de Balanço e Plano de Contas, entre outros.
Saiba mais e compre online!

Indicadores
Selic Abr 0,83%
IGP-DI Abr 0,41%
IGP-M Abr 1,41%
INCC Abr 0,95%
INPC Abr 1,04%
IPCA Abr 1,06%
Dolar C 25/05 R$4,83530
Dolar V 25/05 R$4,83590
Euro C 25/05 R$5,15200
Euro V 25/05 R$5,15460
TR 24/05 0,1715%
Dep. até
3-5-12
25/05 0,6557%
Dep. após 3-5-12 25/05 0,6557%